Cidade Escola

  • Nos inspiramos na idéia da cidade-escola.
  • Todos podem ser professores e alunos neste mundo extra-escolar, em qualquer lugar. Basta para isso estar evoluindo constantemente em alguma atividade qualquer, encará-la de forma artística e ter prazer em ensinar.
  • Podemos fazer acontecer aulas de violão na praça ou na praia, assim como podemos aprender francês no elevador, ou presos no transito depois da enchente…
  • O lado extraordinário da cidade-escola, é que o aprendizado é colocado em pratica na mesma hora. Não precisamos ficar estudando. Seria como trocar de pneu com o carro andando. Se aprendermos uma música simples de dois acordes, em uma rodinha em volta da fogueira, já também estamos tocando com os amigos, mas a música pode ser em francês já que estamos aprendendo no elevador, e melhor, podemos tocar em postura de yoga, que estamos aprendendo com crianças, simplesmente observando suas posturas espontâneas ao brincar.
  • Para que se fechar em salas de aula e aprender de forma teórica e ter que ficar estudando, ou em academias de luz branca e concreto, para lidar com nosso corpo? Seria medo de errar? Afinal estamos com nosso corpo 24 horas por dia e não somente em uma sessão de musculação ou alongamento. Se usarmos de bom senso os erros serão mínimos. O amor preserva as atividades, aguça o senso de achar soluções, e minimiza os riscos.
  • Precisamos para habitar esta cidade, nada mais do que muita vontade de aprender e ensinar, e entender que o dia está aí, para os aprendizados práticos e divertidos, todo o tempo. Não dá para cansar afinal o tempo de aprendizado é regulado por cada um. Um dia após o outro generosamente ensinado, e humildemente aprendendo sem desperdiçar tempo com tantas atividades que de tão organizadas, direcionadas ao indivíduo, acabam por nos tolher de nossa criatividade.
  • E já que o ensino generoso é tão gratificante, levamos estas idéias, a comunidades menos privilegiadas, com resultados ótimos.
  • Cidade-escola. Simples assim.